Crise

Parlamento grego aprova pacote de medidas para obter novo empréstimo

Alexis Tsipras no parlamento grego.
Alexis Tsipras no parlamento grego. REUTERS/Yiannis Kourtoglou

Na madrugada desta quinta-feira (23), os deputados gregos aprovaram o segundo pacote de medidas exigidas por seus credores. As reformas atingem a legislação civil e dos bancos e fazem parte das condições para que a Grécia obtenha um terceiro plano de ajuda. Com 230 votos de um total de 300, o governo de Alexis Tsipras precisou novamente contar com o apoio da oposição conservadora, dos socialistas do partido Pasok e dos centristas do To Potami.

Publicidade

Charlotte Stiévenard, correspondente da RFI em Atenas.

Mais uma vez, o debate pareceu ter sido feito de forma precipitada. Os deputados discutiram durante apenas um dia – ainda que longo – o projeto que lhes foi apresentado na segunda-feira.

Em seu discurso diante do parlamento, Tsipras repetiu: seu governo continua sendo contra as medidas exigidas pelos credores, mas não teve escolha senão adotá-las. “Nós temos um difícil compromisso para evitar os planos extremos das forças conservadoras da Europa”, disse ele.

A oposição também deixou clara sua posição. Para os conservadores da Nova Democracia, seu apoio não significa nem um voto pelas medidas de austeridade, nem um voto de apoio ao governo Tsipras, mas um voto para manter a Grécia na União Europeia.

Divisão na base do governo

Desta vez, pelo menos 36 deputados da ala mais radical do partido Syriza – entre os 149 que foram eleitos pelo partido do primeiro-ministro – acabaram deixando o governo na mão. O número representa três defecções a menos se comparado à votação do primeiro pacote, há uma semana, mas mesmo assim demonstra a divisão da base aliada.

O governo Tsipras agora tem as chaves para poder continuar negociando com os credores e espera obter um plano de ajuda de € 80 bilhões até o dia 20 de agosto. As medidas adotadas nesta madrugada prevêem uma alteração nas leis gregas para acelerar os processos judiciais, além da transposição para a lei grega de um mecanismo europeu para evitar que o ônus da falência das instituições recaia sobre a população.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.