Brexit

Modificado em: 09/07/2016 - 20:59

O dia 23 de junho de 2016 marcou o divórcio de um casamento que durou 43 anos. O Reino Unido decidiu deixar a União Europeia após uma votação que teve massiva participação popular. No resultado final, 51,9% dos eleitores escolheram um novo caminho para o país, provocando consequências imediatas - como a convulsão dos mercados - e outras de longa prazo que ainda serão alvo de interpretação e análise. Argumentos pró e contra a saída se digladiaram em uma campanha apaixonada que dividiu o partido Conservador do primeiro-ministro David Cameron. Ele próprio um defensor da permanência, acabou anunciando sua renúncia ao cargo logo após a divulgação dos resultados. Caberá a outros líderes dos "tories", como ex-prefeito de Londres Boris Johnson, agora cotado para o cargo de premiê, negociar a retirada do país do bloco.