Acessar o conteúdo principal

Vídeo turístico de ex-assassino da máfia de Pablo Escobar revolta Espanha

Praia dos Mortos, na cidade de Carboneras
Praia dos Mortos, na cidade de Carboneras isol/Wikimedia
Texto por: RFI
1 min

A divulgação de um vídeo de promoção turística da cidade de Carboneras, no sul da Espanha, tem causado polêmica. A razão: quem faz a propaganda do local aos turistas é John Jairo Velásquez, conhecido como “Popeye”, assassino que trabalhava para o traficante colombiano Pablo Escobar.

Publicidade

O antigo criminoso, que passou 23 anos na prisão antes de sua liberação em 2014, deseja a todos “afeto e respeito” e afirma que Carboneras é uma cidade de “festa, praias maravilhosas e uma ótima gastronomia”.

Em uma entrevista de 2015, “Popeye” afirmou ter assassinado “pelo menos 250 pessoas, talvez 300” e ordenado 3.000 outras mortes. Famoso nas redes sociais, “Popeye” tem quase 700.000 seguidores no YouTube.

Má reputação

Os três vídeos foram compartilhados por Pascual Dias, vereador responsável pelo turismo, a quem “Popeye” faz menção. As imagens provocaram grande comoção na cidade e os socialistas espanhóis exigiram a demissão de Pascual Dias, do conservador Partido Popular, alegando a divulgação de uma “má imagem” do lugar.

O vereador excluiu em seguida os vídeos de seu perfil no Facebook e publicou um pedido de desculpas. Ele assegura que não podia ter imaginado a repercussão que aquele registro teria e que não tinha a intenção de sujar a imagem da cidade e do partido.

Veja abaixo o vídeo feito por "Popeye":

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.