Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Lausanne, na Suíça, é a melhor cidade pequena do mundo

Áudio 03:58
A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”.
A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”. Valéria Maniero
Por: Valéria Maniero
8 min

A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”. A publicação fez uma lista com as 25 melhores cidades pequenas do mundo, com população abaixo de 200 mil pessoas.  

Publicidade

Valéria Maniero, correspondente da RFI em Lausanne

De acordo com esse “Índice de Pequenas Cidades”, Lausanne aparece em primeiro, à frente de outras que ficam nos Estados Unidos, na Noruega e no Japão, por exemplo. Não há nenhuma cidade brasileira entre elas. Uma outra cidade suíça que aparece listada é a Basileia. Bordeaux é a única cidade da França que está no ranking.

Lausanne merece, sem dúvida nenhuma, ficar no topo desse ranking porque é uma cidade que oferece inúmeras coisas, por exemplo, uma universidade incrível, um número enorme de museus, vários restaurantes, um centro de comércio pulsante
Lausanne merece, sem dúvida nenhuma, ficar no topo desse ranking porque é uma cidade que oferece inúmeras coisas, por exemplo, uma universidade incrível, um número enorme de museus, vários restaurantes, um centro de comércio pulsante Valéria Maniero

Lausanne é uma cidade de 140 mil habitantes, a quarta maior da Suíça, mas pequena para os padrões brasileiros. Quem mora aqui tem a sensação de estar em um lugar onde as coisas, realmente, funcionam. O sistema de transporte público é um dos grandes destaques. A cidade prova que o ônibus pode sair na hora e que dá para viver sem carro. Ultimamente, o trem tem atrasado em alguns horários, mas quase sempre respeita o relógio e o cliente, que paga caro pelo serviço prestado.

Além de trem e ônibus, há também o metrô. Lausanne é a menor cidade do mundo que conta com o serviço. Outros destaques vêm da área da educação: as escolas são boas e há universidades de referência, como a EPFL, especializada em Ciência e Engenharia. A cidade também é bem internacional: mais de 40% da população é estrangeira. Além do francês, ouve-se inglês, português, espanhol, alemão e italiano nas ruas e transportes públicos. Tudo isso num lugar onde se paga caro para viver, mas se vive com tranquilidade e qualidade de vida.

Para a escolha das melhores cidades pequenas, foram levados em conta vários fatores, como transporte público de qualidade, perspectiva global, população diversificada, governo local e cenário natural. O fato de ser o “lar” de grandes empresas, como o Comitê Olímpico Internacional (COI), também pesou.

Brasileira diz por que é bom morar em Lausanne

Para a brasileira Renata Roth, gerente de eventos, que se mudou para Lausanne há oito anos e meio, o título de “melhor cidade pequena do mundo” é merecido. Ela, que é de São Paulo, considera a cidade mais do que a sua segunda casa: é o lugar que escolheu para viver. “Lausanne merece, sem dúvida nenhuma, ficar no topo desse ranking porque é uma cidade que oferece inúmeras coisas, por exemplo, uma universidade incrível, um número enorme de museus, vários restaurantes, um centro de comércio pulsante”.

A cidade, segundo ela, tem suas vantagens por oferecer opções de lazer no verão, quando as pessoas se banham nas águas do Lago Léman, e no inverno, quando partem para as montanhas próximas para esquiar. “É uma cidade que você consegue aproveitar o ano inteiro, nas diferentes estações”, afirma Renata, que destaca também o fato de Lausanne ter muitos estrangeiros e um “senso de comunidade muito grande”.

Para a escolha das melhores cidades pequenas, foram levados em conta vários fatores, como transporte público de qualidade, perspectiva global, população diversificada, governo local e cenário natural.
Para a escolha das melhores cidades pequenas, foram levados em conta vários fatores, como transporte público de qualidade, perspectiva global, população diversificada, governo local e cenário natural. Valéria Maniero

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.