Grã-Bretanha: ataque terrorista à faca mata três pessoas

O parque Forbury Gardens, em Reading, próximo a Londres, onde três pessoas morreram após um ataque à faca. Outras três ficaram gravemente feridas e um suspeito está detido.
O parque Forbury Gardens, em Reading, próximo a Londres, onde três pessoas morreram após um ataque à faca. Outras três ficaram gravemente feridas e um suspeito está detido. Adrian DENNIS / AFP

A polícia britânica classificou como terrorista o ataque à faca que matou três pessoas e feriu gravemente outras três, em Reading, a oeste de Londres, na noite deste sábado (20). O suspeito, um homem de 25 anos, morador da cidade, segue sob custódia policial. A polícia e as equipes de resgate intervieram depois que diversas pessoas foram agredidas no parque Forbury Gardens, no centro desta cidade de 200.000 habitantes, a cerca de 60 quilômetros da capital britânica.

Publicidade

O parque estava repleto de pessoas que aproveitavam um final de dia ensolarado, depois de semanas de confinamento estabelecidas para combater a epidemia do novo coronavírus. Nesta manhã deste domingo (21) as primeiras páginas dos jornais britânicos exibiam a manchete "Horror no parque".

A polícia declarou classificar o ato como terrorista na manhã deste domingo (21). Os investigadores e estão trabalhando com o apoio da polícia antiterrorista, informou o comissário Ian Hunter em comunicado da polícia do Vale do Tâmisa.

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson dirigiu seus "pensamentos a todos os afetados pelos terríveis eventos em Reading" em um tuíte, em que também agradece aos serviços de emergência. Também pelo Twitter, a ministra do Interior Priti Patel disse que estava "profundamente preocupada". É um "evento chocante", declarou o ministro da Saúde Matt Hancock, na emissão Sky News, neste domingo de manhã.

Palavras ininteligíveis

Testemunhas citadas pela agência de notícias britânica PA contaram que um homem havia atacado diversos grupos de pessoas reunidas neste parque ao fim do dia. "O parque estava cheio, muitas pessoas estavam sentadas para beber com os amigos quando alguém chegou, de repente, gritando palavras ininteligíveis, e foi em direção a um grupo de dez pessoas, tentando atacá-las com uma faca", relatou a testemunha Lawrence Wort à agência de PA.

"Ele esfaqueou três deles, severamente no pescoço e debaixo dos braços, depois se virou e começou a correr em minha direção, nos viramos e começamos a correr", disse o treinador desportista de 20 anos. "Quando percebeu que não podia nos pegar, ele conseguiu alcançar uma pessoa na parte de trás do pescoço. E quando viu que todos começaram a correr, ele deixou o parque", conta.

A polícia pediu aos internautas que não compartilhem as imagens da cena, que circulam nas redes sociais, mas que fossem comunicadas aos investigadores. O incidente ocorreu perto do local onde ocorreu, mais cedo, uma manifestação antirracista "Black Lives Matter", mas os organizadores e a polícia acreditam que não há conexão. Os fatos ocorreram três horas após o final do evento, de acordo com a polícia.

Nenhuma das pessoas que participou da manifestação foi afetada, disse um organizador, Nieema Hassan, em um vídeo nas redes sociais. "Nós tínhamos ido embora quando aconteceu".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.