Covid-19: Espanha registra 16 mil casos em 3 dias e França tem mais de 3 mil doentes em 24 horas

Testes PCR se intensificam na Espanha, onde 16 mil novos casos de Covid-19 foram registrados em três dias.
Testes PCR se intensificam na Espanha, onde 16 mil novos casos de Covid-19 foram registrados em três dias. REUTERS - VINCENT WEST

Os países europeus tentam conter uma segunda onda de Covid-19, mas os números mostram que os esforços feitos até agora não parecem suficientes. Os espanhóis registraram mais um recorde de novos casos do vírus, enquanto na França as contaminações se aceleram, inclusive com um aumento de hospitalizações.

Publicidade

A Espanha registrou mais de 16 mil novos infectados por coronavírus desde sexta-feira (14), informou o Ministério da Saúde nesta segunda-feira (17). Os números indicam um total de 359.082 infectados pelo vírus no país.

"Não são números bons, gostaríamos de estar em números muito mais baixos", reconheceu o diretor do posto de urgência sanitária Fernando Simón. Mas ele insiste que trata-se de "um aumento progressivo, suave, muito mais moderado ou muito mais fácil de controlar do que em outros períodos".

A Espanha vem registrando uma taxa de infecção de 115 casos por 100.000 habitantes nas últimas duas semanas, bem acima dos 45 na França, 19 no Reino Unido e 16 na Alemanha. Diante dessa situação, o governo anunciou na sexta-feira um duro pacote de medidas que inclui o fechamento de boates, horário máximo de abertura de restaurantes e bares à noite, proibição de fumar em espaços abertos se não for possível se manter a pelo menos dois metros de distância e limitação de reuniões a dez pessoas.

A situação nos países vizinhos não é muito melhor. A França, primeiro país a registrar casos de Covid-19 no continente, em meados de janeiro, já havia anunciado que a pandemia estava sob controle, antes de constatar a recrudescência de contaminações, principalmente desde o início das férias de verão no hemisfério norte, em julho.

Mais jovens contaminados

Segundo dados divulgados na noite desta segunda-feira (17) pela Agência de Saúde Pública da França, o país contabilizou 3.310 novos casos de Covid-19 em 24 horas, elevando para mais de 215 mil o número de doentes no país. Mas o que mais preocupa as autoridades é o aumento de internações. Atualmente, 4.925 pessoas foram hospitalizadas por causa do vírus, 234 a mais que na sexta-feira. Desse total, 384 estão nos serviços de reanimação.

“O número de pessoas hospitalizadas por causa da Covid-19 está em alta há três semanas, principalmente com pacientes com menos de 40 anos”, informou o Ministério francês da Saúde por meio de um comunicado, confirmando, como em outros países, que os mais jovens são cada vez mais atingidos por essa nova fase da pandemia.

Mais de 30 mil pessoas morreram vítimas do coronavírus na França e as autoridades já anunciaram uma série de medidas para tentar conter a propagação. O uso de máscaras, que já era obrigatório nos locais fechados e nos transportes coletivos, passou a ser exigido nas ruas mais movimentadas de várias cidades, entra elas, a capital Paris.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.