Acessar o conteúdo principal

Oposição bielorrussa vence prêmio Sakharov de direitos humanos do Parlamento Europeu

Opositor do regime de Loukachenko durante protesto em Minsk. Em 18 de outubro de 2020.
Opositor do regime de Loukachenko durante protesto em Minsk. Em 18 de outubro de 2020. REUTERS/Stringer
Texto por: RFI
3 min

O Parlamento Europeu atribuiu nesta quinta-feira (22) o Prêmio Sakharov de direitos humanos à oposição democrática ao Presidente Alexander Lukashenko, em Belarus.

Publicidade

O movimento, que tem entre suas lideranças Svetlana Tikhanovskaia, candidata derrotada nas eleições presidenciais de 9 de agosto e hoje exilada na Lituânia, questiona a vitória do presidente, no poder desde 1994. Manifestações massivas foram realizadas contra o resultado.

O movimento de contestação inédito contra Lukachenko se iniciou após o anúncio da vitória do presidente, com 80% dos votos. A oposição, com forte participação de mulheres, atribui a reeleição a fraudes e promove atos de contestação cotidianos desde então. Belarus não organiza eleições consideradas livres desde 1995.

“Eles têm uma coisa a seu favor que a força bruta nunca pode superar: a verdade. Não desistam de sua luta. Estamos ao seu lado”, tuitou David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, que atribui o Prémio Sakharov todos os anos.

União Europeia não reconhece atual governo de Lukashenko

Em 2019, a distinção foi dada ao economista chinês de origem uigure Ilham Tohti, um crítico das políticas para as minorias étnicas na China,

A candidatura da oposição de Belarus recebeu o apoio dos principais grupos políticos parlamentares, como o PPE (direita), S&D (socialistas e democratas) e Renovar a Europa (centristas e liberais).

Em 24 de setembro a União Europeia (UE) anunciou que não reconhecia Alexander Lukashenko como presidente de Belarus. Ele havia tomado posse na véspera, numa cerimônia secreta,  para o sexto mandato presidencial.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.