Macron é um dos poucos chefes de Estado na abertura dos Jogos Olímpicos, preparando Paris 2024

Os jogos olímpicos é manchete dos principais jornais franceses desta sexta-feira 23 de julho 2021.
Os jogos olímpicos é manchete dos principais jornais franceses desta sexta-feira 23 de julho 2021. © Fotomontagem RFI/Adriana de Freitas

A imprensa francesa desta sexta-feira (23) aborda o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, na capital japonesa. A França leva 378 atletas para a competição.

Publicidade

De acordo com o jornal Le Parisien, “os bleus (os azuis, como são chamados os esportistas da França) lutarão por eles e por todos os franceses”, para “fazer brilhar essa chama de esperança num mundo sombrio desde a primavera de 2020”.

O desafio se reflete até mesmo no slogan desses jogos que mudou depois de ser adiado. O "mais rápido, mais alto e mais forte" foi acrescido da palavra juntos.

Objetivo francês: mais de 40 medalhas

“Façam-nos sonhar”, diz a chamada de capa do jornal Le Parisien, com a foto de vários atletas olímpicos, acrescentando que o objetivo da delegação francesa é ganhar mais de quarenta medalhas.

A França deixou os Jogos Olímpicos do Rio 2016 como o sétimo país que mais conquistou vitórias: 42 ao todo, sendo 10 ouros, 18 pratas e 14 bronzes. Porém, se as medalhas não vierem nas primeiras 24 horas, não há razão para inquietação, afirma o jornal, “já que estatisticamente tem sido assim”. Seria preciso voltar aos jogos de Athenas, em 2004, para a França começar a competição com pódio, lembra o texto. “No Rio 2016, os bleus voltaram para a Vila Olímpica de mãos vazias no primeiro dia de competição, mas isso não impediu o país de bater o recorde de medalhas desde a Segunda Guerra”, compara.  

Para os atletas, a maior ausência será do público. “Não haverá espectadores, é uma pena pois as arquibancadas são enormes”, lamenta o nadador francês Floran Manaudou, citado pela reportagem. “Mas sabemos que os franceses estarão nos apoiando em Paris”, completou ele.

Primeira derrota no futebol

O Le Parisien lembra, no entanto, que na primeira aparição da seleção da França nos gramados, a equipe de futebol masculino se “inclinou diante do México” ao perder por 4 a 1. O jornal cita o nome de Teddy Riner como uma grande força, “em busca da sua terceira consagração no judô”.

O Le Monde lembra que os atletas franceses não sentirão saudades de casa por causa da “Toquio Tower, uma torre metálica vermelha inspirada na Torre Eiffel e construída na capital japonesa em homenagem à próxima sede da competição”, Paris. O presidente Emmanuel Macron estará presente na cerimônia desta sexta-feira, representando o próximo país a sediar a competição.    

O diário lembra que os jogos se renovam e por isso a idade dos atletas também, citando o exemplo da skatista Madeleine Larcheron, de apenas 15 anos. Ela vai descobrir a emoção de disputar uma olimpíada pela primeira vez, graças a entrada do skate entre as novas modalidades desse ano. A jovem skatista viajou acompanhada da mãe.

Surpresas e desafios

O Le Monde lembra ainda que como houve poucas competições preparatórias por causa da Covid-19, “as estatísticas são menos precisas e poderá haver mais surpresas”, do que em tempos normais.

O Libération traz na capa o desenho de um lançador de disco, só que em suas mãos vemos o desenho do coronavírus, numa alusão aos desafios dessa edição. O jornal também escolheu uma foto da Baía de Tóquio com nuvens negras e uma forte tempestade para ilustrar as incertezas dos jogos que começam hoje.

O texto destaca o ambiente da Vila Olímpica, bem diferente do que em outras edições. A rotina se restringe a “quarto, sala de treino, quarto”, diz o texto. Porém, “não é porque seremos obrigados a usar máscara, ter atenção dentro do ônibus ou fazer testes anticovid que haverá alguma diferença esportiva”, observa Jean-Charles Valladont, atleta do tiro com arco francês.

A reportagem continua explicando que por causa dos riscos de contaminação, os atletas são livres para decidir se participam ou não da cerimônia de abertura. “Apenas o porta-bandeira não pode faltar”, encerra o texto.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI