França: Palácio do Eliseu prolonga oficialmente confinamento para além de 15 de abril

O presidente francês Emmanuel Macron, que deveria discursar em rede nacional no dia 9, adiou seu discurso para a segunda-feira, 13 de abril, feriado de Páscoa na França. Confinamento foi prolongado ofcialmente para além do 15 de abril.
O presidente francês Emmanuel Macron, que deveria discursar em rede nacional no dia 9, adiou seu discurso para a segunda-feira, 13 de abril, feriado de Páscoa na França. Confinamento foi prolongado ofcialmente para além do 15 de abril. © REUTERS 摄影

O confinamento na França será prorrogado para além do dia 15 de abril, e o presidente Emmanuel Macron discursará na segunda-feira (13), feriado de Páscoa na França, pouco depois das 20h, para apresentar suas decisões sobre a luta contra a epidemia de Covid-19 durante as próximas semanas, disse o Palácio do Eliseu nesta quarta-feira (8). 

Publicidade

O pronunciamento do presidente francês, que estava previsto para a quinta-feira (9) às 20h foi adiado, mas a notícia que os franceses já aguardavam veio nesta quarta: o confinamento continua.  

A presidência não especificou a nova duração do confinamento, assunto que o chefe de Estado poderia abordar na segunda-feira de Páscoa, neste quarto discurso televisionado desde 12 de março.

O discurso deve abordar as novas estratégias do governo, como o porte obrigatório de máscaras e um aplicativo digital para ajudar a conter a propagação da doença, evitando, assim, uma segunda onda de infecções na saída do confinamento, que deve acontecer de maneira gradual. 

O confinamento oficial na França começou em 17 de março e, desde então, prolongamentos vêm sendo anunciados a cada duas semanas. 

Saldo de mortos não leva em conta as casas de repouso

Pelo menos 10.869 mortos devido à Covid-19 foram declarados na França, em novo boletim divulgado nesta quarta-feira (8). De acordo com os dados da Direção Geral de Saúde, houve mais 541 em 24 horas. 

Devido a um problema técnico que impede o acesso ao aplicativo, o órgão não pôde incluir as mortes nas casas de repouso para idosos. O boletim desta noite, portanto, diz respeito apenas às mortes em ambiente hospitalar.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.