França: ao menos 3.000 vítimas de crimes pedófilos na Igreja Católica desde 1950

A Ciase, criada sob pressão após a revelação de vários escândalos, deve apresentar seu balanço e suas recomendações no final de setembro e/ou início de outubro de 2021.
A Ciase, criada sob pressão após a revelação de vários escândalos, deve apresentar seu balanço e suas recomendações no final de setembro e/ou início de outubro de 2021. Godong/UIG via Getty Images

O presidente da Comissão Independente sobre abuso sexual de menores na Igreja Católica (Ciase) estimou, nesta quarta-feira (17), em pelo menos 3.000 pessoas o número de vítimas na França, desde 1950.

Publicidade

Durante esse período, o número de agressores sexuais na Igreja não deve ter sido "inferior a 1.500", acrescentou durante uma videoconferência Jean-Marc Sauvé, presidente da Comissão Independente sobre abuso sexual de menores na Igreja Católica. "É a primeira vez" que essa estimativa é feita na França, disse, afirmando estar "intimamente convencido de que há muito mais vítimas".

Esses números, que ainda são provisórios, provêm de uma primeira análise de pesquisas realizadas nos arquivos de dioceses e congregações religiosas da Comissão Independente sobre abuso sexual na Igreja, criada em 2018 pelo episcopado.

5.300 denúncias

Ao mesmo tempo, a plataforma telefônica para pedidos de depoimentos criada pelo comitê há um ano recebeu "5.300 ligações", disse o presidente da organização, acrescentando que "algumas pessoas provavelmente entraram em contato várias vezes."

O que não sabemos ainda é como combinar essas duas fontes [ligações para a plataforma dedicada a denúncias de pedofilia e o trabalho de investigação]", acrescentou Sauvé. "Estas são duas fontes diferentes que não se sobrepõem, mas que podem ser adicionadas à parte".

Ele também sublinhou a natureza provisória desses dados: a convocação para novos testemunhos foi prorrogada até 31 de outubro e as investigações dos arquivos ainda estão em andamento. Outros trabalhos iniciados antes do confinamento e suspensos durante esse período também serão retomados.

A Ciase, criada sob pressão após a revelação de vários escândalos, deve apresentar seu balanço e suas recomendações no final de setembro e/ou início de outubro de 2021.

(Com informações da AFP)

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.