Acessar o conteúdo principal

Notre-Dame de Paris dá início à restauração do grande órgão após incêndio de 2019

O grande órgão da catedral de Notre-Dame de Paris, três meses após o incêndio em julho de 2019.
O grande órgão da catedral de Notre-Dame de Paris, três meses após o incêndio em julho de 2019. © STEPHANE DE SAKUTIN / POOL
Texto por: RFI
2 min

Na segunda-feira (3) começa o desmonte do grande órgão de 1733, que será limpo peça por peça, antes de ser restaurado. Levará pelo menos quatro anos para que o famoso instrumento se torne novamente a "voz" da grande catedral de Paris.

Publicidade

Notre-Dame ficará separada de seu órgão sinfônico até pelo menos 2024. Nesta segunda-feira (3), um grupo de especialistas começará a retirada meticulosa do enorme instrumento, após três séculos de música sacra, uma parte fundamental da liturgia na grande catedral francesa.

Primeiro o console do teclado será removido e depois os 8.000 tubos divididos em 115 peças. Cada parte será limpa escrupulosamente do pó de chumbo que cobriu o órgão durante o incêndio de Notre-Dame, em 15 de abril de 2019.

O próximo passo será sua restauração, quee será concluída novamente com a delicada remontagem do instrumento em Notre-Dame.

"Nossa ambição", explicou o general Jean-Louis Georgelin, chefe do estabelecimento público responsável pela reconstrução da catedral, "é devolver o instrumento às condições operacionais em que estava antes do incêndio, e levará seis meses para refinar e harmonizá-lo. Era essencial iniciar esta operação o mais rápido possível para que o grande órgão pudesse ressoar em meados de abril de 2024 ”.

Esta é a data em que, de acordo com o desejo do presidente francês Emmanuel Macron, o" Te Deum "será organizado , cinco anos após o incêndio que destruiu o teto e a torre sineira da catedral gótica de 850 anos.

(Com AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.