Acessar o conteúdo principal

Covid-19: máscaras serão obrigatórias na peregrinação a Lourdes

Fiéis observam distância de segurança em Lurdes (30/05/2020).
Fiéis observam distância de segurança em Lurdes (30/05/2020). AFP/Archivos
Texto por: RFI
2 min

Os participantes da peregrinação de sábado (15) a Lourdes, onde se espera a chegada de milhares de católicos, deverão usar máscara de proteção contra o novo coronavírus. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (13) pelas autoridades da região de Altos Pirineus, no sudoeste da França.

Publicidade

A medida, que busca combater a propagação do novo coronavírus, envolve o santuário de Lourdes e as ruas vizinhas, repletas de lojas de recordações, restaurantes e hotéis.

A peregrinação costuma atrair entre 20 mil e 25 mil pessoas, mas a do próximo sábado reunirá no máximo 10 mil, das quais 5 mil poderão assistir à missa na basílica de São Pio X e a outra metade, na esplanada, informaram os organizadores. A celebração também terá uma versão virtual pela primeira vez.

Fiéis da Alsácia fazem romaria alternativa

Diante das restrições por causa da pandemia, fiéis da Alsácia, no leste da França devem visitar algumas das 130 “grutas de Lourdes” da região, erigidas em homenagem à padroeira francesa.

O apelo às peregrinações locais foi feito pelo arcebispo de Estrasburgo, dom Luc Ravel. A ideia dessa “Lourdes na Alsácia” surgiu em junho, quando a diocese propôs às comunidades da paróquia que o dia 15 de agosto fosse celebrado localmente.

Além das missas da manhã, celebrando a Assunção, as igrejas vão organizar preces com e para doentes. As procissões acontecem também à noite, possivelmente diante das grutas. “Assim todos seremos banhados pela graça de Lourdes”, declarou dom Ravel.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.