França alcança marca de 20 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19

Em um centro de vacinação em Porta de Versalhes, em Paris, o primeiro-ministro francês, Jean Castex, anuncia à imprensa a conquista da meta de 20 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19 no país, neste sábado, 15 de maio de 2021.
Em um centro de vacinação em Porta de Versalhes, em Paris, o primeiro-ministro francês, Jean Castex, anuncia à imprensa a conquista da meta de 20 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19 no país, neste sábado, 15 de maio de 2021. AFP - GEOFFROY VAN DER HASSELT

A França alcançou neste sábado (15) a marca de 20 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19 – que tenham recebido pelo menos uma primeira dose. O anúncio foi feito pelo presidente Emmanuel Macron em um tweet, marcando o sucesso em alcançar a meta estabelecida pelo próprio governo.

Publicidade

“20 milhões de franceses foram vacinados!”, também publicou o primeiro-ministro Jean Castex nas redes sociais. “A todos os que se mobilizaram para alcançar este objetivo: obrigado pelo empenho e pela mobilização excepcional. A todos os nossos compatriotas elegíveis que ainda não foram vacinados: acessem o sante.fr”, acrescentou o premiê, em referência ao site oficial do governo.

O número exato de pessoas vacinadas pelo menos por uma primeira dose ainda não está disponível. De acordo com os últimos dados divulgados na noite desta sexta-feira (14), 19.706.931 pessoas receberam pelo menos uma injeção e 8.705.141 pessoas receberam duas injeções. Os números correspondem a 13% da população total e 16,6% da população adulta na França.

Pela manhã, Jean Castex se declarou "bastante otimista" para alcançar a meta de 20 milhões de vacinados neste sábado, durante uma visita ao centro de vacinação da Porta de Versalhes, em Paris.

“Perspectivas do fim da crise”

O governo estabeleceu para si a meta de conquistar a marca de 20 milhões para as primeiras doses injetadas até 15 de maio, e 30 milhões um mês depois. “Este é um momento muito importante para todo o país, porque reforça as perspectivas do fim da crise, que também são reforçadas pela evolução dos dados da epidemia, que está regredindo em toda a parte” na França, acrescentou Jean Castex.

Na noite desta sexta-feira, o país observou mais uma queda no número de hospitalizações pela Covid-19: 4.352 pacientes em serviços de cuidados intensivos, contra 6.001 registrados em 26 de abril.

“O próximo objetivo, de 30 milhões de vacinados pela primeira vez até meado de junho, está ao nosso alcance”, insistiu o primeiro-ministro, que apoia sua meta na abertura da vacinação para todos os adultos desde 12 de maio.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.