Cinema/Cannes

Robert de Niro será o presidente do júri do próximo Festival de Cannes

O ator norte-americano Robert De Niro vai presidir o juri do próximo festival de Cannes.
O ator norte-americano Robert De Niro vai presidir o juri do próximo festival de Cannes. Reuters

O nome do ator norte-americano, que também é diretor, foi anunciado nesta quinta-feira pelos organizadores do famoso festival de cinema francês. A edição 2011 do Festival de Cannes acontece de 11 a 22 de maio.

Publicidade

Os organizadores do Festival de Cannes homenageiam com essa escolha não só o ator genial, mas também o co-fundador do Festival de Tribeca, que comemora 10 anos de existência em 2011. Robert de Niro, de 67 anos, é considerado um dos melhores atores de sua geração. Filho de artistas, ele cresceu em Nova York, sua cidade natal. “Caminhos perigosos”, de Martin Scorsese, foi o filme que o revelou em 1973. Ele trabalhou com os maiores diretores do século 20, como Bertolucci, Coppola, Elia Kazan, Sergio Leone, além de Scorsese com quem colabora há mais de 40 anos.

O ator recebeu duas vezes o Oscar. Em 1974, por sua participação no “O poderoso chefão” parte II, de Francis Ford Coppola, e em 1980, por “Touro Indomável”, de Scorsese. Em Cannes, Robert de Niro apareceu pela primeira vez com Taxi Driver, também de Scorsese que levou a Palma de Ouro em 1976.

Ao aceitar o convide para presidir o júri do 64° Festival de Cannes, Robert de Niro afirmou que “esta será uma ocasião rara para ele por que o festival é um dos mais antigos e melhores do mundo”. “Tendo presidido duas vezes júris em outros festivais durante os anos 80, sei que não será uma tarefa fácil, mas me sinto honrado e feliz”, disse o ator.

Robert de Niro, que começou a atuar principalmente em comédias a partir dos anos 2000, dirigiu dois filmes: “Dasafio no Bronx” e “Bom pastor”. Ele será o terceiro americano a presidir o Festival de Cannes em quatro anos, após Sean Penn em 2008 e Tim Burton no ano passado.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.