Acessar o conteúdo principal
Tendências

Associação acolhe adolescentes homossexuais expulsos de casa pela família

Áudio 11:58
Cartaz da associação "Le Refuge" indica que existe 13 vezes mais tentativas de suicídio dos jovens homossexuais.
Cartaz da associação "Le Refuge" indica que existe 13 vezes mais tentativas de suicídio dos jovens homossexuais. RFI/ le-refuge.org/
14 min

A RFI propõe a vocês conhecer o trabalho de uma associação francesa financiada com dinheiro do Estado, a associação O Refúgio, que acolhe adolescentes, garotos e garotas, expulsos de casa depois de suas famílias descobrirem que eles são homossexuais. Vítimas do abandono e da rejeição dos próprios pais, apenas por terem uma preferência sexual por jovens do mesmo sexo, muitos adolescentes franceses vão parar na rua da noite para o dia, sem dinheiro e sem saber aonde ir. Esse comming out doloroso revela a face cruel da homofobia. Acolhendo esses jovens, a associação O Refúgio tenta diminuir o sofrimento desses adolescentes, além de ajudá-los a encontrar um meio de garantir a sobrevivência. O diretor da casa abrigo da cidade de Montpellier, no sul do país, Frédéric Gal, explica em entrevista à RFI a importância de ajudar esses jovens a reconstruir uma imagem positiva de si mesmos. Segundo estudos realizados na França, as tentativas de suicídio entre gays e lésbicas durante a adolescência é de sete a treze vezes superior do que entre os jovens heterossexuais. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.