Acidente/Air France

Corpos de vítimas do voo AF447 começarão a ser identificados na França

Artigo do jornal Le Parisien sobre o voo AF447
Artigo do jornal Le Parisien sobre o voo AF447 Reprodução RFI

Os corpos das 104 vítimas do voo AF447 Rio-Paris da Air France resgatados no Oceano Atlântico deverão chegar na França entre os dias 16 e 17 de junho, segundo informações do jornal Le Parisien desta segunda-feira. Em seguida, os restos mortais serão encaminhados para um Instituto Médico legal, ainda mantido sob sigilo, para começar o processo de identificação.

Publicidade

O trabalho, segundo o jornal, vai demorar várias semanas e será dirigido pelos juízes de instrução envolvidos na investigação judicial do acidente, ocorrido entre os dias 31 de maio e 1° de junho de 2009. São os juízes que informarão os resultados e entregarão os corpos às famílias à medida em que forem sendo identificados, informou o Le Parisien.

"É a primeira vez que corpos encontrados a quase quatro mil metros de profundidade, após dois anos de buscas, puderam ser resgatados", lembrou o coronel François Daoust, chefe de Instituto de Pesquisas Criminais da Gendarmerie Francesa - o equivalente à Polícia Militar no Brasil.

Segundo a reportagem do Le Parisien, na França, as famílias das vítimas continuam divididas. Muitos defendem que os corpos sejam enterrados no monumento em homenagem às vítimas no cemitério Père Lachaise, em Paris. Outros familiares preferiam que os restos mortais tivessem ficado no fundo do mar e não se mostram interessados pelos testes de DNA.

Na última fase de buscas no Oceano Atlântico, além dos corpos, os robôs submarinos resgataram alguns destroços do Airbus A330 da Air France, considerados importantes para as investigações para elucidar as causas do acidente.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.