Acessar o conteúdo principal
E. coli/França

Carne alemã com E. coli deixa crianças em estado grave na França

Os hamburgueres contaminados foram fabricados na França com carne importada da Alemanha e vendidos pela rede de supermercados alemã Lidl.
Os hamburgueres contaminados foram fabricados na França com carne importada da Alemanha e vendidos pela rede de supermercados alemã Lidl. AFP/Patrick Kovarik
2 min

Um outro tipo raro da bactéria Echerichia coli foi diagnosticado no norte da França. Seis crianças estão hospitalizadas na cidade de Lille, com diarréia hemorrágica, vômitos e outros sintomas de infecção pela bactéria. Segundo boletim médico, o estado de saúde das crianças, com idades entre um ano e meio e 8 anos, é grave mas estável.

Publicidade

O germe foi identificado em hambúrgueres congelados vendidos pela rede de supermercados alemã Lidl que possui filiais em todo o território francês. Os hambúrgueres suspeitos, da marca Steaks Country, foram processados na França com carne importada da Alemanha.

Lotes suspeitos da carne foram retirados das prateleiras e um alerta foi lançado para evitar o consumo do produto até que as análises de laboratório confirmem a presença da bactéria. 

A rede de supermercados alemã declarou nunca ter tido antes esse tipo de problema e garantiu ter reagido rapidamente após a advertência das autoridades sanitárias.

Ainda não foi encontrado vínculo entre a infecção na França e a epidemia de Echerichia coli enterohemorrágica do norte da Alemanha, onde subiu para 37 o número de mortos pela doença, 38 ao todo com a paciente morta na Suécia. Segundo as autoridades alemãs, porém, o ritmo de contaminação está diminuindo.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.