Acessar o conteúdo principal
Fato em Foco

França celebra 30 anos da proibição da pena de morte

Áudio 05:02
Até 1981n, a lei francesa autorizava a pena de morte por guilhotina.
Até 1981n, a lei francesa autorizava a pena de morte por guilhotina. Glowimages
Por: Ana Carolina Dani

No dia 17 de 1981, o então ministro francês da Justiça, Robert Badinter, subia à tribuna da Assembleia Nacional para pedir a abolição da pena de morte na França, em um discurso que hoje se tornou símbolo do engajamento político do presidente François Miterrand contra a pena capital. Esta segunda-feira, 10 de outubro, marca os 30 anos da promulgação da lei que aboliu a pena de morte na França. Até 1981, ela era ainda era autorizada no país e o método utilizado era a decapitação com a guilhotina. A última execução na França data de 1977. A pátria dos Direitos Humanos foi, assim, um dos últimos países da então Comunidade Europeia a abolir a pena capital. Segundo Raphaël Chenuil-Hazan, diretor da Associação "Unidos contra a Pena de Morte", o debate sobre a abolição da pena de morte é antigo na França, mas durante muitos anos a população francesa foi favorável à pena capital.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.