Acessar o conteúdo principal
França/terrorismo

Homem que ameaçou seguir exemplo de Merah é preso em Paris

Mohamed Merah, de 23 anos, matou três militares, três crianças e um rabino em março, dias antes de ser abatido pela polícia em Toulouse.
Mohamed Merah, de 23 anos, matou três militares, três crianças e um rabino em março, dias antes de ser abatido pela polícia em Toulouse. REUTERS/France 2 Television/Handout
Texto por: RFI
2 min

O homem que ameaçou “matar policiais como [Mohamed] Merah” e que teve seu apartamento cercado pela polícia no 17° distrito de Paris no sábado, rendeu-se neste domingo e está sob prisão preventiva. O francês de 41 anos telefonou ontem para a polícia dizendo ter os mesmos propósitos do atirador de Toulouse, o jovem que matou sete pessoas no sudoeste da França e foi abatido no dia 22 de março pelas forças anti-terrorismo francesas.

Publicidade

O homem cuja identidade não foi revelada estava trancado desde sábado, de onde recusava sair após a ameaça à polícia parisiense por telefone. A Brigada de Investigação e Intervenção (BRI, sigla em francês) da prefeitura de Paris e integrantes de brigadas anti-criminalidade cercaram o apartamento do suspeito que só aceitou se entregar no começo da tarde deste domingo.

O 17° distrito foi isolado pela polícia e nenhum contato foi estabelecido com o homem até o momento em que ele resolveu se entregar. “Ele recusou de conversar com a polícia e decidimos acionar as brigadas especializadas. Quando um grupo de intervenção estava na entrada de seu apartamento, ele abriu a porta”, explicou o diretor do gabinete de polícia de Paris, Jean-Louis Fiamenghi. O responsável afirmou também que o homem não tinha armas, mas estava alcoolizado.

Segundo seus vizinhos, o suspeito mora sozinho no primeiro andar de um apartamento no 17° distrito de Paris e tem problemas frequentes com os outros habitantes do imóvel. “Desta vez ele foi ameaçador”, disse uma vizinha que já foi agredida verbalmente pelo homem.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.