França/enchente

Chuvas fortes provocam alagamentos em Dijon

Imagem captada por um internauta de Dijon e publicada no Twitter
Imagem captada por um internauta de Dijon e publicada no Twitter Foto: Divulgação

As tempestades que atingiram dez departamentos franceses nesta sexta-feira provocaram inundações em Dijon. O nível do rio Ouche subiu, causando o alagamento de várias ruas e casas em alguns dos bairros da cidade. Segundo o prefeito, François Rebsamen, esse foi um dos piores transbordamentos do rio nos últimos cinquenta anos.

Publicidade

Diversos habitantes de Dijon tiveram que deixar suas casas, muitos deles no meio da noite, depois das chuvas que provocaram alagamentos em diversos pontos da cidade. "Por volta das 23h30, acordei as crianças, quando a água começou a entrar dentro de casa", conta Ludovic Sevat, 38 anos, que passou a noite na casa dos pais.

Em seu bairro, situado na beira do rio Ouche, pelo menos dez pessoas foram evacuadas de madrugada. Três pessoas tiveram que ser retiradas de seus carros pelas equipes de resgate.

Os funcionários da prefeitura também tentaram conter a enchente construindo barreiras, e retirando a água que invadiu os estacionamentos e os porões dos imóveis.

"Tentamos de tudo, mas chegamos em um nível complicado", disse um funcionário da prefeitura. "O nível do rio subiu muito, de uma maneira excepcional", declarou. O prefeito de Dijon, François Rebsamen, declarou que o recorde de 2001, quando o rio Ouche também transbordou e causou diversos estragos, "ficou para trás."

Os serviços de meteorologia franceses mantiveram na manhã deste sábado três departamentos no leste da França em estado de alerta. As tempestades que atingiram a França nesta sexta-feira provocaram a evacuação de pelo menos cem pessoas. A previsão agora é que a chuva chegue à região nordeste do país.

Barcos ficam bloqueados em Lyon

As chuvas também atingiram os departamentos da região Rhône-Alpes na quinta-feira, provocando alguns transbordamentos em estradas secundárias. Em Lyon, dois barcos que transportavam um grupo de passageiros ficaram bloqueados no cais. O nível do rio Saône subiu, e impede as embarcações de passarem embaixo das pontes.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.