França/ defesa

Teste com míssil nuclear fracassa na França

Submarino Le Terrible é equipado com míssil M51.
Submarino Le Terrible é equipado com míssil M51. Ministério da Defesa da França

Um exercício militar na França com um míssil estratégico intercontinental M51 fracassou neste domingo. O míssil, que não estava carregado com uma ogiva nuclear, se “autodestruiu” logo após ser lançado de um submarino, na costa da Bretanha, no noroeste do país.

Publicidade

O M51 é destinado aos submarinos nucleares de nova geração, como o Le Terrible. Os testes sempre são realizados sem carregamento nuclear e, desta vez, visavam a experimentar as capacidades de lançamento do submarino Vigilant, de acordo com um porta-voz do Ministério da defesa.

O M51 também deve equipar os submarinos franceses Le Triomphant e Le Téméraire. Conforme o ministério, este foi o primeiro fracasso nos testes do gênero desde 1996. “Uma investigação vai apurar as razões deste fracasso”, declarou o capitão Lionel Delort, oficial de comunicação da região. Segundo ele, o míssil “se autodestruiu na primeira fase de propulsão” do voo, “por uma razão desconhecida”.

Ainda conforme o militar, o lançamento do míssil do Vigilant “ocorreu normalmente”. Os testes aconteceram nesta manhã, no horário francês. De acordo com Delort, os tiros não resultam em impactos ambientais “porque ocorreram no mar e a região onde caíram os destroços se encontra em uma zona de exclusão especialmente delimitada para estes testes”.

Os destroços já estão sendo resgatados pelas autoridades, por vias marítima e aérea. O míssil, com 12 metros de altura, capacidade de 56 toneladas e seis ogivas nucleares, tem alcance de 8 mil quilômetros, dois quilômetros a mais do que o utilizado até 2010 pelas forças armadas francesas, os M45. No total, este foi o sexto teste realizado com o M51: três terrestres e três marítimos.

A fabricante do material, Astrium – divisão espacial do grupo europeu EADS - preferiu não comentar os exercícios de hoje.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.