França/furtos

Justiça francesa condena chefe de gangue de furtos no metrô

As menores do bando de Hamodovic davam preferência aos turistas asiáticos.
As menores do bando de Hamodovic davam preferência aos turistas asiáticos. DR

Fémin Hamidovic, o chefe do bando que coordenava uma rede criminosa que treinava meninas menores para furtar no metrô em Paris, foi condenado a sete anos de prisão nesta quarta-feira (15) pela Justiça francesa. Sua mulher, Behija Hamidovic, pegou quatro anos de prisão.  

Publicidade

A investigação da polícia mostrou que a rede era bem estruturada, e as meninas, a maior parte da Bósnia, recebiam uma ‘formação’, antes que o chefe exigisse a quantia de 300 euros por dia em furtos, a maior parte no metrô parisiense. Caso o objetivo não fosse atingido, elas poderiam ser submetidas a diversos tipos de violência. As vítimas preferidas das menores eram os turistas asiáticos, que costumam carregar uma grande quantidade de dinheiro vivo. De acordo com uma estimativa, o montante dos furtos teria chegado a 1,3 milhões de euros em 2009.

As penas são bem inferiores às requisições da Promotoria, que havia solicitado 15 anos de prisão em regimes fechado contra Fehim Hamidovic, e 12 contra sua mulher. O advogado de Hamidovic se disse "satisfeito" com o veredito, e declarou que não entrará com recurso contra a decisão. Com o pronunciamento da sentença, o casal está definitivamente proibido de entrar no país. O tribunal também ordenou o confisco dos bens de diversos acusados.

Outras 20 pessoas que integravam a rede foram julgadas, e apenas uma delas foi libertada. A maior parte do bando era originária da Bósnia Herzegovina, e foram acusados de formação de quadrilha, incitação de menores ao crime, tráfico de seres humanos e furtos. A rede foi desmantelada em novembro den 2010,  quando a polícia efetuou uma série de prisões no sul da França e na Itália. O bando também tinha filiais na Bélgica, Espanha e Itália.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.