França/ Suicídio

Homem se suicida na frente de crianças de uma escola maternal em Paris

Capture d'écran google Street View

Um homem de cerca de 50 anos cometeu suicídio nesta quinta-feira diante de dezenas de crianças de uma escola maternal localizada num dos bairros mais nobres de Paris. Segundo as primeiras informações da polícia, o sexagenário entrou no hall da escola e apontou um fusil contra si na frente das crianças e de um adulto.

Publicidade

O homem "penetrou à força" na escola por volta de 11h30 no horário local, segundo o responsável pelas escolas de Paris, François Weil, especificando que dois adultos tentam impedi-lo, mas não conseguiram. Os policiais ainda não o identificaram nem conhecem o motivo do gesto.

Com um fusil e alguns papeis na mão, o homem, que parecia muito agitado, se libertou das pessoas que tentavam segurá-lo, colocou o cano da arma sob sua mandíbula e apertou o gatilho. Ele morreu na hora.

Uma célula psicológica foi criada logo em seguida para dar assistência às crianças e aos que estavam no local.

A maternal faz parte de um estabelecimento de ensino católico que abriga também um colégio e uma escola de ensino médio perto da Torre Eiffel, no elegante 7° distrito de Paris.

O ministro da Educação, Vincent Peillon, interrompeu uma reunião em Bruxelas e voltou “em caráter de urgência" à França. Ele participava de uma reunião do Conselho de ministros da Educação da União Europeia.

"Eu expresso a emoção de toda a Nação em relação a esse drama", declarou François Hollande durante sua entrevista coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira. ele garantiu que tudo será feito para apoiar as crianças e os funcionários da escola que testemunharam a cena. 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.