França/Polícia

Termina fuga do assaltante mais procurado da França

Anúncio de busca lançado pela Interpol com a imagem de Redoine Faid.
Anúncio de busca lançado pela Interpol com a imagem de Redoine Faid. Interpol

Redoine Faid, o assaltante mais procurado da França, autor de uma espetacular fuga da prisão no dia 13 de abril passado, no norte do país, foi preso nesta madrugada pela polícia em um hotel da região parisiense. Condenado por assaltos a banco e também pelo envolvimento num tiroteio que provocou a morte de uma policial de 26 anos, em maio de 2010, Faid tinha fugido da penitenciária de Séquedin, perto da fronteira com a Bélgica, com a ajuda de explosivos.

Publicidade

A fuga do inimigo n°1 da polícia francesa criou um problema para o governo socialista, que vinha sendo acusado pela oposição de ter sido negligente ao transferir Redoine Faid de uma prisão de segurança máxima para uma penitenciária menos protegida. O assaltante, de 41 anos, é um desses ladrões com perfil de personagem de filme policial. Educado, bem-vestido e com cara de bom moço, Faid publicou um livro em que narra como o cinema inspirou sua vida de bandido. Seus crimes são repletos de referências cinematográficas.

Faid era procurado pela Interpol, mas foram investigadores franceses que o localizaram nesta madrugada em um hotel de Pontault-Combault, a 30km de Paris. Ele tinha se disfarçado, deixando a barba crescer e usando peruca. Junto com ele, os policias detiveram um cúmplice e armas automáticas, indícios de que talvez estivessem planejando novas ações. Faid não teve tempo de reagir quando os policiais invadiram seu quarto de hotel.

O ministro do Interior, Manuel Valls, disse que durante a fuga o assaltante circulou em vários municípios da região parisiense. Os policiais encontraram seu rastro porque Faid vinha fazendo contatos frequentes com amigos na região, para conseguir dinheiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.