França/Crise

Hollande defende sua ação contra crise em programa de televisão

O presidente francês François Hollande durante entrevista a um programa de televisão.
O presidente francês François Hollande durante entrevista a um programa de televisão. REUTERS/Jacques Demarthon
Texto por: RFI
2 min

O presidente francês François Hollande concedeu uma entrevista a um programa de televisão na noite desse domingo, 16 de junho, onde defendeu sua atuação contra a crise econômica. Criticado por sua suposta falta de ação no início do mandato, o chefe de Estado disse ter feito o necessário, mas que os resultados são mais lentos que o previsto.

Publicidade

François Hollande garante ter tomado todas as medidas necessárias para combater a crise desde sua chegada à presidência, no ano passado. “Vocês acham que eu não vi a crise?”, disse o chefe de Estado logo no início da entrevista concedida ao programa Capital, no canal de televisão privado M6.

Acusado pela oposição de não ter reagido rapidamente diante da situação das finanças francesas, Hollande disse que desde que chegou ao poder, fez tudo o que pode. “Eu não esperei. As reformas foram lançadas, mas os resultados demoram”, se defendeu o chefe de Estado. “Eu entendo a impaciência, mas ao mesmo tempo eu conheço a realidade de meu país”, argumentou.

O presidente aproveitou a ocasião para insistir na importância da luta contra o desemprego. O chefe de Estado ressaltou que pretende criar 100 mil empregos para os jovens até o final do ano e que a curva negativa das estatísticas deve ser alterada até dezembro.

A França registrou em abril uma alta em suas taxas de desemprego pelo 24º mês consecutivo, batendo um novo recorde, com 3.264.400 pessoas sem nenhuma atividade profissional no país.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.