Acessar o conteúdo principal
Saúde/França

Laboratório francês Sanofi anuncia vacina contra a dengue para 2015

Pesquisador do laboratório Sanofi Pasteur.
Pesquisador do laboratório Sanofi Pasteur. Reuters/Ralph Orlowski
3 min

A gigante farmacêutica francesa Sanofi anunciou nesta segunda-feira (3) que testes de uma vacina contra a dengue realizados por seu laboratório Sanofi Pasteur se revelaram eficazes. O grupo pretende colocar o tratamento à disposição do mercado já no segundo semestre de 2015.

Publicidade

Em um comunicado emitido na noite desta segunda-feira (horário de Paris), a Sanofi afirma que começará a pedir os registros da vacina já no ano que vem, em diversos países, incluindo alguns dos mais afetados pelo vírus. “Dependendo do tempo de aprovação das autoridades reguladoras, a primeira vacina do mundo contra a dengue poderá estar disponível no segundo semestre de 2015”, afirma o comunicado.

O laboratório, que investiu € 1,3 bilhão no projeto, pretende ser o primeiro a comercializar a vacina depois de 20 anos de pesquisas sobre o vírus, que é considerado a doença tropical mais disseminada pelo mundo depois da malária.

Proteção de 95,5%

Os estudos da terceira fase de testes da vacina mostraram uma eficácia global da ordem de 60,8% em crianças e adolescentes entre 9 e 16 anos. A taxa de proteção contra o estágio severo da doença chega a 95,5%. O grupo ainda comunicou que a vacina reduziu em 80,3% o risco de hospitalização.

Do lado econômico, a venda da vacina poderá render à empresa € 1 bilhão por ano, o que significará uma forte alavancagem do setor de vacinas do grupo Sanofi, uma das maiores empresas francesas, que teve um faturamento de € 3,7 bilhões em 2013.

No combate à doença, a vacina poderá significar uma revolução para países como Brasil. O país participou da fase de testes, assim como outros latino-americanos que sofrem com a doença, como Honduras, Colômbia e México.

Trasmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue atinge a cada ano quase 100 milhões de pessoas em cerca de 100 países. No Brasil, os casos praticamente triplicaram em 2013. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 500 mil ocorrências de “dengue hemorrágica”, que tem como vítimas principalmente os jovens e crianças de menos de 15 anos de idade, seriam registrados anualmente.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.