França/Terrorismo

Polícia prende suspeito de planejar atentado contra igrejas na França

O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, revelou que a polícia francesa impediu um atentado contra igrejas na França.
O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, revelou que a polícia francesa impediu um atentado contra igrejas na França. REUTERS/Philippe Wojazer

A polícia francesa afirma ter impedido um atentado contra igrejas no país. O suspeito de planejar o ataque, um estudante de informática franco-argelino de 24 anos, foi preso no último domingo (19). A informação foi revelada na manhã desta quarta-feira (22) pelo ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.O caso mostra a persistência da ameaça terrorista na França, três meses após os atentados de Paris.

Publicidade

A polícia chegou ao suspeito após informação do SAMU que o socorreu, devido a um ferimento por tiro. No carro e na casa do estudante franco-argelino foi encontrado um verdadeiro arsenal com armas de guerra, armas de fogo, munição e coletes a prova de balas.

A polícia também descobriu uma farta documentação mostrando que ele planejava atacar em breve uma ou duas igrejas, mas sem revelar em que local.

Candidato a jihadista

O jovem, que teve a sua detenção temporária decretada, estaria também envolvido no assassinato de uma mulher, encontrada morta a tiros dentro de um carro em Villejuif, na periferia parisiense, no domingo. Ele era conhecido dos serviços de policia desde 2014 porque pretendia ir combater na Síria.

O procurador de Paris, François Molins, dará esta tarde uma coletiva à imprensa com detalhes do caso. O primeiro-ministro Manuel Valls reiterou esta manhã que a França é alvo de uma ameaça terrorista sem precedentes.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.