França/liquidação

Risco de atentados afeta vendas na liquidação de inverno em Paris

Policiais patrulham na frente da loja Galeries Lafayette em Paris.
Policiais patrulham na frente da loja Galeries Lafayette em Paris. REUTERS/Eric Gaillard

A tradicional liquidação de inverno na França começou nesta quarta-feira (6) em um clima morno, marcado pelos atentados de 13 de novembro em Paris e o tempo chuvoso, que desanimou os clientes.

Publicidade

De acordo com a Federação Francesa do Prêt à Porter, muitos clientes agora preferem comprar pela Internet, uma tendência que ganha força depois dos atentados de novembro. Os sites especializados mais conhecidos registraram uma alta de 10% já no primeiro dia. De acordo com as pesquisas, entre 75 e 84% dos franceses pretendem fazer compras na liquidação, mas muitos ainda não sabem quanto vão gastar.

As promoções do outono, que agora são sistemáticas, também acabaram provocando uma diminuição nas vendas durante as grandes liquidações de inverno e verão. As filas nas lojas, comuns no primeiro dia, agora são passado. O ministro da Economia, Emmanuel Macron, pediu aos franceses que se “mobilizassem para apoiar os comerciantes”, que já enfrentaram uma queda nas vendas de 4,7% em novembro, algumas marcas independentes registraram uma baixa de 20%.

Menos clientes, mas que compram mais

Na galeria Lafayette, cerca de cem pessoas aguardavam a abertura das lojas -a maior parte turistas. Na famosa galeria Printemps, o início da liquidação foi calmo, segundo seu diretor, Pierre Pellarey.  Até meio-dia, a loja de departamentos havia registrado uma queda de 7% no número de clientes, mas o volume de vendas permanece o mesmo em relação ao ano passado. “Prova de que há menos pessoas, mas que compram mais”, declarou. O consumo de artigos de luxo, por outro lado, registrou uma baixa, por conta da diminuição do número de clientes estrangeiros – muitos cancelaram a viagem depois dos atentados.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.