Meio Ambiente/Alemanha

Em meio a protestos, trem com lixo nuclear chega à Alemanha

Trem que levava carregamento de lixo atômico da França para a Alemanha, que tinha sido bloqueado durante várias horas por manifestantes ecologistas, chega a seu destino depois da intervenção da polícia.
Trem que levava carregamento de lixo atômico da França para a Alemanha, que tinha sido bloqueado durante várias horas por manifestantes ecologistas, chega a seu destino depois da intervenção da polícia. Reuters

O trem que levava 123 toneladas de resíduo nuclear da França para a Alemanha chegou na manhã desta segunda-feira na estação da cidade de Dannenberg depois de horas de bloqueios por manifestantes ecologistas. A carga agora é transportada em caminhões até o destino final em Gorleben.

Publicidade

Os ecologistas afirmam que esse é o maior volume de resíduos nucleares transportado numa operação desse tipo no continente europeu. O volume recorde de 123 toneladas de lixo radioativo reacendeu a polêmica sobre o uso da energia atômica na Alemanha. O movimento antinuclear redobrou de intensidade na Alemanha desde que a chanceler Angela Merkel decidiu manter abertas as centrais nucleares. No governo anterior, o objetivo era encerrar a atividade dessas centrais em 2020.

Os contâiners com material radioativo deixaram a França na sexta-feira. O destino final é local de armazenamento da mina de Gorleben, na região da Baixa Saxônia. Da estação da cidade de Dannenberg até um depósito alemão em Gorleben, a carga é transfortada em caminhões. Ao longo das estradas por onde passa o comboio nuclear, vários manifestantes estão concentrados e bloqueiam a passagem com tratores e improvisam acampamentos.

Para desbloquear os trilhos da linha férrea no norte do país e garantir o trajeto até Dannenberg, a polícia alemã precisou intervir. A operação durou toda a madrugada e contou, inclusive, com helicópteros sobrevoando a região. Entre três mil e cinco mil manifestantes impediam o avanço do trem.

Durante a noite, foram registrados alguns incidentes violentos, como o uso de rojões e bombas de gás lacrimogêneo contra a policia, que revidou com jatos d'água. Mais de 15 mil policiais foram mobilizados no país para proteger o trem em todo o seu percurso.

Este é o 12º comboio que, desde 1995, leva para a Alemanha lixo nuclear tratado oela companhia francesa Areva. Segundo a ONG francesa Sair do Nuclear, a carga de 123 toneladas concentra duas vezes mais radioatividade do que a poluição provocada pela explosão do reator nuclear soviético de Chernobyl, em 1986.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.