Cúpula

Reunião da Otan promete redefinir futuro da organização

Reunião da Organização do Tratado do Atlântico Norte começa nesta sexta-feira em Lisboa.
Reunião da Organização do Tratado do Atlântico Norte começa nesta sexta-feira em Lisboa. Reuters

Vinte anos após o fim da guerra fria, a Organização do Tratado do Atlântico Norte deve redefinir seu papel num mundo em plena mutação. Os 28 membros do órgão vão adotar um novo "conceito estratégico" que servirá de guia para os próximos dez anos.  

Publicidade

A Aliança Atlântica percebeu que, para enfrentar novas ameaças num mundo cada vez mais multipolar, não pode mais funcionar como o "polícia do mundo" e tem que apostar em parcerias com outros pólos de poder emergentes e na cooperação com outras organizações internacionais.

Depois de um longo processo de negociações com Moscou, a parceria com a Rússia será consagrada em Lisboa na presença do presidente Dmitri Medvedev. Outras questões são a adoção da nova versão do sistema de defesa antimíssil da Aliança e a passagem no Afeganistão da fase de estabilização para a fase de transferência de responsabilidades de segurança para os afegãos. A decisão, porém, terá que ser aprovada pelos responsáveis dos 48 países. Ou seja, 28 da Otan e 20 outros países que participam dessa força, além do Japão e do presidente afegão Hamid Karzai.

No capítulo das parcerias, espera-se que a mais importante a parceria -entre a Otan e a União Europeia - redescubra uma fórmula de funcionamento que foi perdida. Segundo o secretário de Estado português dos Negócios Estrangeiros, João Cravinho, o problema não está em Washington mas, sim, em Bruxelas e prende-se com a crise política e econômica da Europa.

A política do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de reaproximação à Rússia e a nova concepção do sistema de defesa antimíssil podem contribuir para resolver os dois pontos principais de fricção entre a  Europa e os Estados Unidos. Esta é, portanto, uma reunião histórica para a Aliança Atlântica que marcará o novo conceito estratégico adaptado a um mundo que mudou.

Colaboração do correspondente da RFI em Lisboa
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.