Irlanda/Crise

Irlandeses protestam sábado contra pacote econômico do governo

Protesto dos irlandeses contra o plano de austeridade que o governo deve implantar em meio a uma crise interna.
Protesto dos irlandeses contra o plano de austeridade que o governo deve implantar em meio a uma crise interna. Reuters

Os sindicatos irlandeses realizam neste sábado, em Dublin, uma manifestação contra o plano de austeridade do governo, que prevê economias de 15 bilhões de euros em quatro anos. No domingo, os ministros das Finanças da zona euro devem aprovar o pacote europeu e do FMI de ajuda à Irlanda, estimado em 85 bilhões de euros.

Publicidade

O orçamento irlandês de 2011, aprovado em clima de forte desconfiança da população na última quarta-feira, prevê medidas draconianas de controle dos gastos públicos. Os 15 bilhões de euros de economias propostos pelo governo vão representar o fechamento de vagas de trabalho no setor público, drástica redução no salário mínimo e aumento de impostos. A Irlanda atravessa uma das piores crises das últimas décadas. As projeções são de que o déficit público atinja 32% de PIB até o final do ano. 

Banco da Irlanda vende obras de arte para arrecadar fundos

Apesar dos protestos de um grupo de pessoas em frente ao prestigioso hotel Shelbourne, no centro de Dublin, o Banco da Irlanda realizou o primeiro de uma série de leilões para se desfazer de sua coleção de obras de arte. Das 145 peças à disposição do público, incluindo pinturas e esculturas, apenas uma não encontrou comprador. O valor arrecadado foi de pouco mais de 1,5 milhão de euros.

Maior e mais antigo banco do país, o Banco da Irlanda foi duramente atingido pela explosão da bolha imobiliária e só conseguiu sobreviver graças à ajuda do Tesouro. Para salvar os cinco maiores bancos locais da falência, o governo irlandês injetou 46 bilhões de euros nas instituições.

O Banco da Irlanda negou que a venda de sua coleção de arte tenha sido decidida para combater a crise, já que muitos irlandeses consideram a venda do patrimônio artístico do banco uma humilhação e um suicídio cultural. O Banco da Irlanda acumulou desde sua fundação, em 1783, mais de duas mil obras de arte.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.