Irã/Programa Nuclear

Europeus recusam visitar centrais nucleares iranianas

Para Catherine Ashton, chefe da diplomacia da UE, as inspeções de usinas nucleares são uma atribuição da AIEA.
Para Catherine Ashton, chefe da diplomacia da UE, as inspeções de usinas nucleares são uma atribuição da AIEA. REUTERS/Valentin Flauraud

As autoridades iranianas convidaram vários embaixadores ligados à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para visitar os complexos nucleares do país este mês, mas a proposta foi recusada. O convite faz parte dos esforços de Teerã para tentar convencer a comunidade internacional dos fins pacíficos de seu polêmico programa de enriquecimento de urânio.

Publicidade

A União Europeia declinou do convite feito pelo Irã para visitar suas centrais nucleares, declarou nesta sexta-feira a representante diplomática do bloco, Catherine Ashton. Segundo ela, a inspeção das usinas é uma atribuição da AIEA, a Agência Internacional de Energia Atômica. A diplomata disse ainda esperar que o Irã dê todas as condições para que seus representantes possam continuar a trabalhar no país.

O convite para que os embaixadores credenciados à AIEA visitassem algumas usinas de enriquecimento de urânio em janeiro foi feito pouco antes da retomada de discussões sobre o polêmico programa nuclear iraniano, prevista para o próximo dia 21, na Turquia. Devem participar do encontro os representantes do Irã, dos Estados Unidos, da França, do Reino Unido, da Russia, da China (os cinco países membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas) e da Alemanha.

Os Estados Unidos e seus aliados ocidentais suspeitam que o Irã esteja tentando fabricar uma bomba atômica utilizando como pretexto a produção de energia nuclear com fins civis. Mas Teerã garante que seu programa tem como único objetivo a produção de eletricidade. Diplomatas ocidentais consideram o convite iraniano como uma tentativa de dividir os seis países que fazem parte das discussões.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.