TPI/Carniceiro dos Bálcãs

Mladic, o Carniceiro dos Bálcãs, terá nova audiência em julho

Ratko Mladic comparece pela primeira vez diante da justinça no Tribunal Penal Internacional, na Holanda.
Ratko Mladic comparece pela primeira vez diante da justinça no Tribunal Penal Internacional, na Holanda. Reuters

O ex-chefe militar dos sérvios, conhecido como o Carniceiro dos Bálcãs, compareceu pela primeira vez nesta sexta-feira diante do Tribunal Penal Internacional (TPI), na Holanda. Após ouvir as acusações da justiça, Ratko Mladic alegou estar muito doente e pediu mais tempo para preparar sua defesa. A próxima audiência foi marcada para 4 de julho.

Publicidade

Oito dias após ter sido detido, o ex-chefe militar dos sérvios na Bósnia, Ratko Mladic, compareceu nessa sexta-feira pela primeira vez diante da justiça. Após ouvir as 11 acusações anunciadas pelo juiz holandês Alphons Orie, Mladic, de 69 anos, declarou estar muito doente, e pediu mais tempo para preparar sua defesa. Seus advogados disseram que ele foi operado e recebeu um tratamento de quimioterapia em 2009 contra um câncer linfático. “Sou um homem extremamente doente. Eu fui exposto a um stress muito importante e não entendi quase nada do que essa moça leu”, disse ele, após a leitura das acusações. O tribunal aceitou o pedido do acusado, que terá uma nova audiência em 4 de julho.

Mladic disse que não pôde ler todo seu processo desde que foi preso em 26 de maio. Ele qualificou de odiosas as acusações apresentadas, mas não quis dizer se reconhecerá ou não sua culpa durante o processo.

O militar sérvio, conhecido como Carniceiro dos Bálcãs, é acusado de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio durante a Guerra da Bósnia, entre 1992 e 1995. Tido como o comandante do cerco a Sarajevo, em 1992, e mentor do massacre de Srebrenica, em julho de 95, no qual 8 mil muçulmanos foram executados a tiros, Mladic passou 16 anos foragido.

Várias manifestações foram realizadas na Sérvia em protesto contra a prisão de Ratko Mladic. Em cidade como Banja Luka, 10 mil pessoas saíram às ruas para homenagear o “bravo filho” do povo sérvio.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.