Fato em Foco

Saída de Palocci deve gerar aumento dos gastos públicos

Áudio 05:21
A senadora Gleisi Hoffmann durante coletiva
A senadora Gleisi Hoffmann durante coletiva Renato Araújo/ ABr

A demissão de Antonio Palocci e a nomeação de Gleisi Hoffmann na pasta da Casa Civil dá à presidente Dilma Rousseff a ocasião de se livrar de uma herança do governo Lula e atrair para sua gestão pessoas de sua própria confiança, estima o cientista político espanhol Bruno Ayllón, da Universidade Complutense de Madrid. Ayllón teme, no entanto, um aumento dos gastos públicos daqui para frente uma vez que Palocci era a garantia de uma política macroeconômica de contenção das despesas e por hora ninguém sabe se Gleisi Hoffmann vai dar conta de resistir às pressões do Congresso. Ayllón analisa a crise política no governo Dilma.