Imprensa

Demissão de Palocci fragiliza presidente Dilma, diz imprensa francesa

Áudio 02:17
A presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o ex-ministro Antônio Palocci, durante cerimônia de posse da nova ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann
A presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o ex-ministro Antônio Palocci, durante cerimônia de posse da nova ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

A queda do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci é um revés inesperado para a presidente Dilma Roussef que ficou fragilizada pela demissão de seu braço direito, analisam os principais jornais da imprensa francesa desta quinta-feira. Para o jornal Le Figro, seis meses após assumir o cargo, a presidente brasileira enfrenta sua primeira crise política com a saída do chefe da Casa Civil, cujo poder é comparado com a de um primeiro-ministro na França.