O Mundo Agora

Por que a China teme a crise do euro

Áudio 04:57
O Primeiro Ministro chinês Wen Jiabao, em Berlim nesta terça-feira (28).
O Primeiro Ministro chinês Wen Jiabao, em Berlim nesta terça-feira (28). Reuters

“No meio da crise grega e das ameaças à economia europeia e até ao futuro do euro, a Europa, meio esperançosa meio desconfiada, está vendo chegar um estranho salvador da pátria: a China e seus US$ 3 trilhões de reservas internacionais. O primeiro-ministro chinês e seu vice estão passeando pelo Velho Continente com sorrisos e presentes dignos de Papai Noel. Para começo de conversa, diante do buraco sem fundo das finanças públicas da Grécia, Irlanda, Portugal ou Hungria, Pequim vem prometendo comprar títulos do Tesouro destes estados à beira da falência. Até a Espanha poderia conseguir vender uns 6 bilhões de euros de dívida. É mais do que a dívida de Portugal e da Grécia juntos que os chineses prometeram comprar.” Ouça a crônica de política internacional de Alfredo Valladão.