Acessar o conteúdo principal
Crise/Estados Unidos

Banco central dos EUA mantém taxa de juros próxima de zero

O anúncio do FED acalmou as bolsas nessa terça-feira.
O anúncio do FED acalmou as bolsas nessa terça-feira.
Texto por: RFI
2 min

O Banco central dos Estados Unidos (FED) anunciou nessa terça-feira que vai manter sua taxa de juros próxima de zero, entre 0% e 0,25%, pelo menos até a metade do ano 2013 e que planeja aplicar novas medidas para relançar e ajudar a economia. O anúncio tranquilizou o mercado financeiro e as bolsas europeias fecharam em ligeira alta.

Publicidade

O comunicado foi publicado logo após uma reunião do Comitê de Politica Monetária do banco que durou o dia todo. É a primeira vez que o Banco central dos Estados Unidos se compromete de maneira tão precisa. Até o momento, ele previa manter a taxa de juros "por um longo período" mas sem especificar datas.

Segundo o FED o mediocre crescimento da economia americana e o aumento dos riscos econômicos justificam a decisão. O crescimento da primeira economia mundial vem sendo muito abaixo do esperado desde o começo do ano, apresentando um ritmo anual de 1% no primeiro semestre, enquanto o esperado pelo FED era 3% para o começo de 2011.

As bolsas da Europa se acalmaram e encerraram essa terça-feira em ligeria alta, sob a expectativa do comunicado do FED. A bolsa de Paris fechou em alta de 1,63%, Londres de 1,89% e Milão em 0,52%. Frankfurt terminou em baixa de 0,10% e Madri em baixa de 0,36%.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.