Líbia/Kadafi

Rebeldes e pró-Kadafi começam a se enfrentar em Bani Walid

Tropas do Conselho Nacional de Transição na entrada da cidade de Bani Walid.
Tropas do Conselho Nacional de Transição na entrada da cidade de Bani Walid. Reuters
Texto por: Silvano Mendes
2 min

O Conselho Nacional de Transição informou que alguns rebeldes já entraram na cidade de Bani Walid, onde violentos confrontos com defensores de Muammar Kadafi foram registrados. O local é um dos últimos bastiões do ditador na Líbia. O CNT prometeu invadir a cidade neste sábado se os partidários do regime não entregarem suas armas.

Publicidade

De acordo com Abdallah Kenchil, um dos responsáveis do CNT que estava na região de Bani Walid, os opositores ao regime entraram na cidade e já enfrentam os grupos que defendem o presidente líbio. “Há combates entre os revolucionários e os homens leais a Kadafi nas ruas”, relatou.

No entanto, ele explicou que as forças do CNT estão a apenas um quilômetro da cidade e que esses primeiros confrontos não devem ser interpretados com uma ofensiva em Bani Walid. “Mas nós não tivemos escolha e temos que proteger nossas forças e os habitantes da cidade”, disse ele para justificar os confrontos após terem sido alvo de disparos durante o dia.

As tensões acontecem a apenas algumas horas do ultimato lançado pelo governo de transição para que os homens de Kadafi entreguem suas armas na cidade, mas também em Syrte, terra natal do ditador, e Sebha, no centro do país. As tropas do CNT se preparam para atacar os três últimos bastiões dos pró-Kadafi neste sábado.

Enquanto isso, o paradeiro do presidente continua um mistério. A Interpol lançou um novo mandado do busca nesta sexta-feira a pedido da Corte Penal Internacional (CPI).
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.