Acessar o conteúdo principal
Prêmio Nobel

Nobel de medicina é concedido a trio de especialistas em imunologia

O americano Bruce Beutler, Jules Hoffmann, de Luxemburgo, e o canadense Ralph Steinman receberam o prêmio Nobel de medicina 2011.
O americano Bruce Beutler, Jules Hoffmann, de Luxemburgo, e o canadense Ralph Steinman receberam o prêmio Nobel de medicina 2011. DR
2 min

O Prêmio Nobel de Medicina de 2011 foi atribuído hoje a um trio de cientistas, o americano Bruce Beutler, o francês Jules Hoffmann e o canadense Ralph Steinman, por seus trabalhos na área de imunologia. Os pesquisadores descobriram o princípio chave de ativação do sistema imunitário, ou seja, como nosso organismo reage na presença de vírus e bactérias.

Publicidade

Segundo o comunicado da academia sueca que distribui o prêmio, Beutler, Hoffmann e Steinman "revolucionaram a compreensão do sistema imunológico humano ao descobrir seus grandes princípios de funcionamento".

As pesquisas dos três especialistas abriram caminho ao desenvolvimento de vários medicamentos e permitiram combater deficiências imunológicas em pacientes portadores de asma, artrite reumática e doença de Crohn. O júri também mencionou os avanços conquistados pelo trio no combate a infecções, tumores malignos, e doenças inflamatórias. 

Canadense falece três dias antes do anúncio do prêmio

O cientista americano, de 55 anos, e o francês, de 70 anos, vão dividir meio a meio o prêmio de 10 milhões de coroas suecas, cerca de 1,46 milhão de dólares. A outra metade é destinada ao canadense, que não poderá usufruir do prêmio, pois ele faleceu no dia 30 de setembro, com 68 anos de idade. Há quatro anos, Ralph Steinman sofria de um câncer de pâncreas. A notícia foi divulgada logo após o resultado do Prêmio Nobel, em um comunicado da Universidade Rockefeller, de Nova York, onde o canadense deu aulas como professor.

O francês Jules Hoffmann trabalha no Instituto de Biologia Molecular e Celular da Universidade de Estrasburgo. Este ano, ele também foi premiado com a medalha de ouro do Centro Nacional de Pesquisas Científicas, o maior órgão de pesquisas na França.

No ano passado, o vencedor do prêmio foi o britânico Robert Edwards, inventor do bebê de proveta.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.