Acessar o conteúdo principal
O Mundo Agora

Os mares estão no centro da geopolítica global

Áudio 05:06
Blocos continentais reforçam alianças por meio de suas frotas navais. A escolha é estratégica, segundo Alfredo Valladão. Na foto, o porta-avião americano George Washington.
Blocos continentais reforçam alianças por meio de suas frotas navais. A escolha é estratégica, segundo Alfredo Valladão. Na foto, o porta-avião americano George Washington. Flickr/Ana Pinta
Por: Alfredo Valladão

"Está cada vez mais claro que os mares vão ser os principais campos de batalha do futuro. A nova ofensiva diplomática americana para restabelecer a primazia dos Estados Unidos na Ásia-Pacífico – e particularmente frente ao novo poder naval chinês – é a manifestação mais espetacular dessa nova partida de xadrez geopolítico global. Uma das razões destas novas tensões no mar é justamente o declínio – ainda muitíssimo relativo, é verdade – da potência naval americana...Até o Brasil decidiu lançar-se num grande programa de modernização naval, incluindo submarinos a propulsão atômica." Ouça a crônica de política internacional de Alfredo Valladão.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.