Acessar o conteúdo principal
O Mundo Agora

Missão da Liga Árabe na Síria assiste massacre de camarote

Áudio 05:24
Observadores da Liga Arabe (identificáveis pelos coletes amarelos) verificam protestos contra Bashar al-Assad, em Adlb, no dia 30 de dezembro último.
Observadores da Liga Arabe (identificáveis pelos coletes amarelos) verificam protestos contra Bashar al-Assad, em Adlb, no dia 30 de dezembro último. REUTERS/Handout
Por: Alfredo Valladão
7 min

“E agora cara-pálida, o que se faz ? O porta-voz do Parlamento Árabe, um órgão consultivo da Liga Árabe, pediu que os observadores mandados pela Liga a Damasco fossem retirados, argumentando que “só serviam de cobertura árabe para o regime sírio continuar suas ações inumanas”. É verdade que nesta primeira semana de trabalho dos observadores, mais de 300 pessoas foram mortas a tiros, e que os representantes árabes foram confrontados com a raiva e a indignação da população síria que os acusam de não verem, e nem mesmo querer olhar, os massacres perpetrados quotidianamente pelo regime de Damasco.” Ouça a crônica de política internacional de Alfredo Valladão.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.