Acessar o conteúdo principal
Imprensa francesa

A crise na Síria e a aliança da Peugeot com a GM dominam os jornais franceses desta quinta-feira

Bachar el-Assad e sua esposa  Asma votam no referendo em Damasco, neste domingo.
Bachar el-Assad e sua esposa Asma votam no referendo em Damasco, neste domingo. REUTERS
Texto por: Cíntia Cardoso
3 min

O Libération traz na capa uma foto da jornalista francesa do jornal Figaro Edith Bouvier que estaria ainda presa na cidade de Homs que está sitiada e cercada pelas forças do presidente Bachar al-Assad. Uma reportagem exclusiva do jornal detalha a escavação de um túnel e improvisado subterrâneo que serve de passagem secreta para os moradoers do bairro de Bab Amro, em Homs.

Publicidade

Pelo túnel passam feridos, medicamentos e até munição para os rebeldes que lutam contra o regime de al-Assad. Segundo o jornal, o fotógrafo britânico Paul Conroy usou provavelmente essa via para escapar de Homs e deixar, posteriormente, a Síria.

O jornal catolico La Croix  também destaca a Síria e diz que o país mergulha na violência num momento em que o exército sírio tenta fazer um ataque final comtra os rebeldes de Homs.

Já nas páginas econômicas, o destaque é a aliança das gigantes do setor automobilístico: a francesa Peugeot e a americana GM. O jornal Les Echos destaca que esse é um momento historico para a montadora francesa. A GM adquiriu 7% do capital da PSA e passa a ser o segundo acionista mais importante, mas a família Peugeot vai continuar a ser o principal acionista, com 25% do capital.

As duas empresas vão usar sinergias para fazer um intercâmbio de motores, chassis e peças. Juntos, os dois fabricantes têm um faturamento anual de 168 bilhões de euros, mas alguns analistas mais críticos afirmam que a fusão não vai resolver os problemas da Peugeot, que enfrenta um mercado lento e algo saturado na Europa.

A cúpula da União Europeia teve pouco destaque nos jronais. Apenas o Hulmanité faz do assunto uma manchete e analisa os caminhos possíveis para tirar a Europa da crise. O jornal defende, por exemplo,a criação de um fundo de solidariedade para dilinuir as desigualdades sociais no bloco.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.