Acessar o conteúdo principal
Síria

Grupo de amigos da Síria se reúne em Paris nesta quinta-feira

Voluntários ajudam na distribuição de ajuda para os habitantes de Homs, no centro da Síria.
Voluntários ajudam na distribuição de ajuda para os habitantes de Homs, no centro da Síria. Reuters
Texto por: RFI
3 min

Catorze ministros de Relações Exteriores do grupo de amigos do povo sírio se reúnem nesta quinta-feira em Paris para discutir a crise na Síria. O encontro é uma iniciativa do chefe da diplomacia francesa, Alain Juppé. Nesta quarta-feira, as forças sírias voltaram a violar o cessar-fogo. Em Homs, centro do país, pelo menos 14 pessoas foram mortas.

Publicidade

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, vai estar presente. Ela declarou estar  "muito preocupada" com a continuação da violência na Síria, apesar da chegada ao país de observadores da ONU. Hillary ameaçou o governo de Bashar al-Assad com novas sanções se o presidente sírio não aproveitar a "última oportunidade" de implementar o plano de paz do emissário internacional Kofi Annan.

Juppé explicou em um comunicado que “os obstáculos impostos por Damasco ao trabalho de observadores da ONU e a continuidade da repressão do regime sírio, contrariando promessas, pedem uma reação rígida da comunidade internacional”.

O ministério das relações extereriores da França acrescentou que o encontro não substitui o trabalho do Conselho de Segurança da ONU. A reunião está prevista para começar às 16h, horário local, e será seguida de uma coletiva de imprensa às 17h30. Depois, Juppé receberá os participantes para um jantar de trabalho.

Apelo a Asma

As mulheres dos embaixadores britânico e alemão das Nações Unidas gravaram um vídeo em que fazem um apelo contra a violência dirigido à primeira-dama da Síria, Alma al-Assad. No vídeo, Sheila Lyall Grant (Grã-Bretanha) e Huberta von Voss-Wittig (Alemanha) imploram para que Asma al-Assad "defenda a paz" e proteste contra a repressão sangrenta promovida por seu marido.

Mais de 13.000 pessoas assistiram ao vídeo "Carta para Asma" nas primeiras horas depois de sua divulgação no YouTube, e milhares assinaram a petição on-line.

Asma al-Assad, de 36 anos, nasceu em Londres. Ela casou-se com Assad em 2000, ano em que ele se tornou presidente. Ela é conhecida por ser uma grande consumidora de artigos de luxo.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.