Acessar o conteúdo principal
França/Governo

Ministra quer vetar lei que limita vistos para estudantes estrangeiros

Geneviève Fioraso, ministra do Ensino Superior e a Pesquisa da França.
Geneviève Fioraso, ministra do Ensino Superior e a Pesquisa da França. Jacques Demarthon/AFP
Texto por: RFI
2 min

A nova ministra para o Ensino Superior e a Pesquisa, Geneviève Fioraso, prometeu suspender nas próximas semanas a circular emitida em maio do ano passado que dificultava a emissão de vistos de trabalho para estudantes estrangeiros que haviam concluído recentemente a graduação ou pós-graduação.

Publicidade

A ministra do Ensino Superior e a Pesquisa da França, Geneviève Fioraso, anunciou que a sua primeira medida no cargo será a suspensão de circular Guéant. Batizado com o sobrenome do ex-ministro do Interior Claude Guéant, o projeto de lei entrou em vigor desde 31 de maio do ano passado. O texto limitava a possibilidade de contratação de estudantes estrangeiros fora da União Europeia que haviam concluído seus estudos na França. “É urgente. É uma urgência em termos humanos”, sentenciou a ministra.

O texto pedia que as autoridades de imigração avaliassem “com rigor” os pedidos de autorização do trabalho dos estudantes para exercer um “controle aprofundado” dos pedidos de mudança do estatuto de estudantes estrangeiros.

Assim que foi anunciado, o texto foi duramente criticado por entidades de defesa dos direitos estudantis, por reitores e por chefes de grandes empresas. Na sua avaliação, a legislação tornava a França menos atraente para talentos internacionais em um momento que o país tentava ser mais competitivo. Em janeiro deste ano, uma emenda ao texto introduziu algumas mudanças, mas elas foram consideradas insuficientes.
 

O Collectif du 31 mai, associação que reúne estudantes estrangeiros vítimas da circular, enviou uma carta na semana passada para o presidente François Hollande para dar "parabéns" e agradecer pela suspenão da lei que havia sido uma promessa de campanha.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.