Acessar o conteúdo principal
Egito/protestos

Egípcios voltam às ruas para protestar contra veredito do processo Mubarak

Manifestantes tomam praça Tahir, no Cairo, para pedir novo protesto contra antigo regime
Manifestantes tomam praça Tahir, no Cairo, para pedir novo protesto contra antigo regime REUTERS/Mohamed Abd El Ghany
Texto por: RFI
2 min

Os egípcios voltam às ruas, agora para protestar contra o veredito do processo contra Hosni Mubarak, condenado à prisão perpétua. A procuradoria pedia a pena capital para o ex-presidente, de 84 anos, que governou o Egito com mãos de ferro durante três décadas. Manifestantes também querem punição para seis aliados do ex-líder.

Publicidade

Na capital Cairo, o epicentro de vários protestos foi a célebre praça Tahir, para onde vários grupos se dirigiam desde o começo da noite de terça-feira. Manifestações também foram realizadas em outras cidades, como Alexandria, no norte, Assiout, no sul, e grandes cidades ao longo do canal de Suez.

O clima é de tensão no país, às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais, marcadas para os dias 16 e 17 de junho. Um dos concorrentes, Ahmad Chafiq, último primeiro-ministro de Mubarak, também está no alvo dos protestos, acusado de ser o candidato dos militares. Chafiq enfrenta Mohammed Morsi, da Irmandade Muçulmana.

A revolta vem crescendo desde o anúncio das sentenças, no sábado, de prisão perpétua para Mubarak e seu ex-ministro do Interior, Habib el Adli, condenados por não terem impedido o massacre de 850 pessoas no início de 2011. Elas foram mortas pela repressão em manifestações a favor de mudanças do regime. No entanto, seis chefes de sua violenta força policial foram absolvidos. A população também contesta a falta de condenação por corrupção contra Mubarak e seus dois filhos, Alaa e Gamal, que também estão presos.

Paralelamente a essas novas manifestações, o estado de saúde de Hosni Mubarak está deteriorando, segundo a agência oficial de imprensa Mena. No sábado, o ex-presidente sofreu um mal-estar ao chegar na prisão de Tora, no Cairo, e foi internado na ala médica do estabelecimento.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.