Jornal Le Figaro destaca a expansão da marca Havaianas na Europa

Le Figaro descreve estratégia do grupo Havaianas para conquistar o mercado internacional em matéria publicada em seu caderno de economia nesta segunda-feira, dia 6 de agosto.
Le Figaro descreve estratégia do grupo Havaianas para conquistar o mercado internacional em matéria publicada em seu caderno de economia nesta segunda-feira, dia 6 de agosto. Divulgação

Em seu caderno de economia, o jornal francês Le Figaro publica uma reportagem intitulada "O célébre chinelo Havaianas visa a Europa", sobre a expansão mundial das lojas da marca brasileira.

Publicidade

O texto descreve a dupla estratégia do grupo Alpargatas para conquistar o mercado internacional, baseada de um lado na diversificação dos produtos e de outro na abertura de novas lojas.

Já sua manchete é destinada ao plano do ministro do Interior, Manuel Valls, contra a delinquência. Ele acaba de divulgar um primeira lista de quinze áreas onde o esquema de segurança será reforçado. Em seu editorial, o diário conservador afirma que o plano apresentado pelo ministro sofre de uma falta de "ambição e de lógica". Le Figaro aponta que a questão da segurança é um tema delicado para a esquerda, que associa a represão à política de Nicolas Sarkozy e hesita em adotar medidas realmente eficazes contra a delinquência.

O jornal Libération dedica sua primeira página ao confronto entre o exército sírio e os rebeldes em Aleppo, segunda maior cidade da Síria. No momento em que as tropas fieis a Bashar Al-Assad se preparam para lançar um ataque decisivo sobre a cidade, o enviado especial do jornal progressista descreve a vida nos bairros controlados pelos insurgentes. "Entre a ausência de ação e uma intervenção estrangeira estrangeira juridicamente impossível e estrategicamente perigosa, o mundo e a França de François Hollande em particular não poderiam definir uma terceira via: ajudar a oposição do ponto de vista político e militar?", questiona Libération em seu editorial.

La Croix dedica sua manchete aos três primeiros meses do governo do presidente François Hollande. O jornal católico diz que até agora o chefe de Estado se caracterizou pela ruptura com o estilo e a política de seu predecessor, Nicolas Sarkozy, e por privilegiar o debate e a reflexão. Mas La Croix alerta que a partir de agora será necessária uma ação mais enérgica e decisiva por parte do governo para resolver os problemas da nação.

"Os Estados Unidos no caminho da reindustrialização", diz a manchete de Les Echos. O diário econômico analisa os dados sobre o emprego norte-americano divulgados na última sexta-feira. Dos 163 mil empregos criados em julho, 25 mil são no setor da indústria. Les Echos afirma que na Europa, somente a Grã-Bretanha parece estar seguindo essa mesma tendência.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.