Espanha/ Turismo

Espanha tem recorde de turistas em julho

O balneário de Ibiza é um dos locais mais visitados pelos turistas na Espanha.
O balneário de Ibiza é um dos locais mais visitados pelos turistas na Espanha. Flickr/ victoriapeckham

Em plena crise econômica, a Espanha celebra uma boa notícia. O número de turistas estrangeiros que visitaram o país no mês de julho bateu o recorde que datava de 1995. A Espanha recebeu 7 milhões e 700 mil turistas estrangeiros, de acordo com dados divulgados hoje pelo Ministério da Indústria, um alívio para o país afetado pela recessão.

Publicidade

O turismo é um setor chave para a economia espanhola, representando cerca de 10% de toda a riqueza gerada no ano. A maior alta foi registrada do lado dos turistas americanos, depois vieram alemães e franceses, mas em número os britânicos continuaram sendo os mais assíduos nas praias espanholas, representando quase 23% do total de turistas.

A região mais visitada foi também a mais rica da Espanha, a Catalunha, seguida pelas ilhas Baleares do Mediterrâneo, com destaque para Ibiza e Maiorca, conhecidas pela agitação noturna. Depois aparecem a Andaluzia e as Ilhas Canárias.

Globalmente, entre janeiro e julho o número de turistas estrangeiros aumentou 3,3% na Espanha, totalizando 33 milhões de visitantes. Castigada por dois anos de recessão, o país tem a maior taxa de desemprego dos países industrializados: quase 25% da população economicamente ativa.

Outros países do sul da Europa afetados pela crise econômica na zona do euro têm sido favorecidos pela solidariedade dos turistas estrangeiros. A Itália celebra um aumento de turistas brasileiros, chineses, russos e americanos. Em Portugal, os comerciantes também relatam um aumento sensível dos visitantes, principalmente alemães.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.