Brasileiro é eleito presidente do Conselho Mundial da Água

Áudio 03:41
O brasileiro Benedito Braga foi eleito presidente do Conselho Mundial da Água, nesta segunda-feira.
O brasileiro Benedito Braga foi eleito presidente do Conselho Mundial da Água, nesta segunda-feira. Gervásio Baptista/ABr

O engenheiro brasileiro Benedito Braga foi eleito, na última segunda-feira, presidente do Conselho Mundial da Água. A organização, criada em 1996, tem o objetivo de sensibilizar sobre os problemas ligados aos recursos hídricos e sua gestão no mundo. Braga tem desafios importantes pela frente. Segundo dados da ONU, atualmente quase um bilhão e meio de pessoas não têm acesso à água potável e este número poderia dobrar até 2025. De acordo com a Unicef, a falta de água potável e de saneamento básico mata milhares de crianças de menos de cinco anos todos os dias, principalmente na África e no Sul da Ásia. Segundo o presidente, as questões de saneamento são uma prioridade para o Conselho, que trabalha para que o assunto receba o tratamento adequado de políticos e também para encontrar mecanismos que solucionem o problema. Para ele, ainda que a sensibilização da classe política tenha melhorado, é necessário sensibilizar o cidadão comum para os problemas relacionados à escassez de água.Benedito Braga também afirma que os recursos hídricos vão sofrer grande impacto com o aquecimento global. Às vésperas da 18ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre mudanças Climáticas, em Doha, que começa no dia 26, Braga afirma que seria mais fácil alcançar o consenso entre nações se a discussão se focasse mais na adaptação e menos na redução de gases do efeito estufa. Ele afirma também que independente das mudanças climáticas, uma melhor gestão da água no mundo é necessária.