Acessar o conteúdo principal
Economia/Leilão

Christie's registra expansão em 2012 graças aos emergentes

Pintura a óleo "Love", de Robert Indiana, de 1966, em leilão no site da Christie's.
Pintura a óleo "Love", de Robert Indiana, de 1966, em leilão no site da Christie's. Copyright: © 2012 Morgan Art Foundation / Artists Rights Societ
Texto por: RFI
2 min

O diretor da famosa casa de leilões americana Christie's, Steven Murphy, anunciou que as atividades da empresa progrediram em relação ao ano de 2011 graças aos países emergentes e às vendas pela Internet. As declarações do empresário confirmam que a ordem econômica está realmente mudando.  

Publicidade

"Há dois anos registramos uma clara expansão e, mesmo se o cenário atual é de crise, estamos em uma ótima posição em relação aos nossos concorrentes", disse Steven Murphy, diretor da Christie's confirmando que as turbulência da economia global não afetaram o setor da arte.

O fenômeno pode ser explicado pelo crescimento da comunicação digital e on-line, pela expansão da vendas de objetos, pela globalização do mercado da arte e também pelo recorde de visitas aos museus.

Países asiáticos

Ao citar os emergentes como consumidores ativos, o diretor da Christie's se refere particularmente aos países asiáticos, onde é registrada a maior progressão de vendas. A China, porém, não escapou dos terremotos econômicos neste ano e Steven Murphy reconhece que houve uma baixa de 20% de sua atividade local, devido à desaceleração econômica e à expectativa que acompanha uma mudança de governo.

E quando se fala em China e leilões, não se pode deixar de citar o surgimento das casas de leilões chinesas no ocidente. "Trata-se de uma concorrência séria no plano mundial", admite Murphy.

Interrogé sur l'arrivée de maisons d'enchères chinoises, Steven Murphy , que aposta forte na Internet. No terceiro trimestre deste ano ele organizou sete vendas exclusivamente on-line, com uma experiência bem sucedida com desenhos do artista francês Matisse.Em compensação, 3/4 dos compradores on-line não eram clientes habituais. A Christie's Paris deve abrir suas portas em 2013.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.