Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Boatos de que Chávez estaria morto ganham força

Áudio 04:09
Manifestação em apoio ao presidente Hugo Chávez em Caracas, no dia 27 de fevereiro de 2013.
Manifestação em apoio ao presidente Hugo Chávez em Caracas, no dia 27 de fevereiro de 2013. Reuters
Por: Silvano Mendes
7 min

O mistério criado em torno do estado de saúde do presidente venezuelano Hugo Chávez está dando margem a todo tipo de boatos no país. Desde que deixou Cuba e voltou à Venezuela, no último dia 18 de fevereiro, pouco se sabe sobre seu verdadeiro estado de saúde e não há provas de que o presidente esteja apto a continuar com suas funções de chefe de Estado. Oficialmente foi informado que Chávez “continua lutando por sua vida”, respirando através uma cânula e que está internado no Hospital Militar Carlos Arvelo. A cúpula de governo afirma que o presidente está trabalhando e dando ordens, mas um ex-embaixador afirmou em um canal de TV que os aparelhos que mantinham Hugo Chávez vivo foram desligados.

Publicidade

A falta de notícias objetivas fomenta os rumores. Os boatos vão desde que Chávez não estaria no hospital e sim em dos recintos do Forte Tiúna, área militar e uma das residências do presidente, até a dizer que ele já estaria morto.

Em entrevista exibida nesta semana na TV, Guillermo Cochez, ex-embaixador do Panamá na Organização de Estados Americanos (OEA), afirmou que Chávez sofreu morte cerebral em 30 de dezembro passado e no início desta semana suas filhas decidiram desligar os aparelhos que mantinham o líder socialista vivo.
Um dos pontos altos desta entrevista foi o desafio feito por Cochez ao Estado venezuelano de que fossem apresentadas provas de que o presidente continua vivo. A cúpula venezuelana não se pronunciou a este respeito.

Hugo Chávez foi operado pela quarta vez de câncer na região pélvica em 11 de dezembro, em Cuba. Após a cirurgia, teve complicações respiratórias e não pode tomar posse para seu novo mandato em janeiro. Ele voltou à Venezuela em 18 de fevereiro, após mais de dois meses internado em um hospital de Havana.

Uma recente pesquisa aponta que o venezuelano está mais tranquilo com o fato de Hugo Chávez já estar em território local. Por outro lado está havendo uma série de manifestações, a maioria delas organizadas pelo setor estudantil, que pede uma prova de que Chávez esteja vivo. Ouça todos os detalhes sobre o mistério envolvendo o estado de saúde de Chávez no Linha Direta com a correspondente da RFI na Venezeula, Elianah Jorge.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.